NOTAS PARA UMA ANÁLISE SOCIOLÓGICA DA CASTRAÇÃO QUÍMICA

Nathália Nune Pontelli
Carlos Alberto Sanches JR

Resumo: Este artigo inicia uma busca por subsídios teóricos capazes de amparar uma análise sociológica sobre a chamada “castração química”. No Brasil, um Projeto de Lei tramita no Senado Federal sugerindo a aplicação deste tipo de castração em criminosos diagnosticados como “pedófilos” – o Projeto teve a aprovação da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. Através das noções de biopolítica, vida nua e cultura do controle, este artigo traça considerações teóricas para uma análise posterior, já ensaiando uma análise sobre o Projeto de Lei em questão.

Artigo na íntegra

Como citar este artigo

Voltar para o índice da edição

Para visualizar o artigo na íntegra é necessário o Adobe Acrobat Reader